receitas senhortanquinho

As 3 melhores farinhas Low-Carb e como utilizá-las

Senhor Tanquinho

Olá, sejam bem vindos a mais uma postagem que fazemos aqui no Saúde Ancestral.

Neste post vamos falar sobre três das melhores farinhas para você utilizar na sua dieta low-carb.

“Mas Senhor Tanquinho, por que eu vou usar farinhas low-carb? Eu não posso, simplesmente, comer carnes e saladas?”

Poder, você pode…

Mas a verdade é que a maioria das pessoas, eventualmente, acaba querendo fazer alguma coisa um pouco diferente  —  ou seja, sair da mesmice de só comer carnes, ovos e salada.

E nós sabemos que, se você se propuser a comer apenas isso, há grande chances da sua dieta durar só duas semanas.

O que é muito pior do que você aceitar receitinhas ocasionais e levar sua dieta low-carb como um verdadeiro estilo de vida, para o resto da sua vida.

Afinal, fica muito mais fácil se você tiver receitas low-carb que simulam (ou que são até mais gostosas) aqueles velhos alimentos que você tanto gostava, mas que são cheios de farinha de trigo e açúcar, por exemplo.

A nosso ver, existem principalmente duas ocasiões nas quais essas receitinhas vão ajudar e muito as pessoas.

Uma delas é o início do dia, ou seja, o momento da café da manhã da dieta low-carb  —  afinal muitas pessoas enjoam muito facilmente de comer apenas ovos (mas não enjoavam de comer apenas pão com margarina  —  vai entender…), e ainda não estão acostumadas a praticar jejum.

Então ter alimentos saborosos e baixos em carboidratos (como este pão de frigideira low-carb) nesse momento pode ajudá-las a ter uma maior aderência à dieta.

E o outro momento é aquele pós-refeição, ou seja, a sobremesa.

Claro que todo mundo deveria ser capaz de sobreviver sem comer doces após todas as refeições, mas o fato é que é MUITO melhor comer uma sobremesa low-carb do que uma sobremesa cheia de açúcar refinado e glúten.

E nós sabemos que basear sua alimentação em receitinhas low-carb não é o mais recomendado se você deseja colher todos os benefícios que uma dieta low-carb pode proporcionar.

Porque você tem que realmente mudar a sua alimentação e transformar seu estilo de vida  —  e não apenas comer pães e bolos feitos com outros ingredientes.

Sendo que sua lista de compras baixa em carboidratos deve se basear principalmente em carnes, ovos, legumes, hortaliças, peixes, aves, vegetais e frutas de baixo amido.

Mas essas receitinhas são ótimas, como nós dissemos, para café da manhã e sobremesa, para lidar com a vontade de doces.

Porque, quando bater aquela vontade, você não precisa enfiar o pé na jaca  —  você pode simplesmente optar por essas opções mais saudáveis.

Mas como nós vamos elaborar essas receitinhas? Quais ingredientes são melhores?

É disso que nós vamos falar agora: sobre as melhores farinhas low-carb para você utilizar nessas receitas

Por isso, hoje nós separamos nossas 3 farinhas low-carb favoritas para elaborar  nossas receitas low-carb.

Farinha Low-Carb #1  — Farinha De Amêndoas

Então vamos começar falando sobre aquela que nós acreditamos ser a mais famosa das farinhas low-carb, que é justamente a farinha de amêndoas.

A farinha de amêndoas é muito popular principalmente por sua versatilidade, por ela apresentar um sabor bem neutro, funcionando bem tanto para doces quanto para salgados.

Ou seja, ela substitui perfeitamente a farinha de trigo.

Inclusive na proporção: você deve substituir uma medida de farinha de trigo por uma medida igual de farinha de amêndoas (1:1).

(Por exemplo, se você tiver uma receita que leva 1 xícara de farinha de trigo, você pode substituí-la pela mesma quantidade de farinha de amêndoas.)

Nós mesmos já fizemos várias receitas com farinha de amêndoas desde que iniciamos na dieta low-carb.

Foram receitas de bolo, torta salgada, pão, pizza, bolinhos de caneca… (e você pode conferi-las aqui no nosso canal do youtube)

E ela é popular pelo seguinte fato.

Que, para praticamente qualquer receita que originalmente leve farinha de trigo, basta você utilizar a farinha de amêndoas que já vai funcionar muito bem.

E uma boa notícia é que a farinha de amêndoas pode ser feita na sua casa, a partir de amêndoas inteiras e cruas.

A má notícia é que amêndoas não são baratas, e nem a farinha feita a partir delas.

O preço médio dela varia entre R$50 e R$100 dependendo do lugar do Brasil que você estiver.

Informações nutricionais da farinha de amêndoas

Cerca de 15 gramas dessa farinha (o que dá algo em torno de 1 colher de sopa) apresentam 3 gramas de proteínas, 8 gramas de gordura e cerca de 3 gramas de carboidratos líquidos.

Ou seja, dá para perceber que, se por um lado ela é uma farinha com poucos carboidratos, por outro lado é uma farinha calórica e que não é 0 carboidratos.

E é por isso que nós sempre reiteramos o mesmo fato.

De que você não deve abusar das receitas que são feitas à base dessas farinhas, principalmente num período que você está querendo emagrecer.

Isso porque mesmo em uma dieta low-carb as calorias ainda importam na questão do emagrecimento.

Tendo dito isso, agora vamos ver uma outra opção de farinha que também é famosa e é um pouco mais em conta: a farinha de coco, nossa opção número dois.

Farinha Low-Carb #2  —  Farinha De Coco

A farinha de coco é uma opção boa especialmente boa para ser utilizada em receitas de bolos e tortas doces.

Afinal, ela é feita a partir do coco  —  o que deixa um sabor residual muito gostoso, que combina muito bem com essas receitas doces.

(E esse sabor, na nossa opinião, combina até mesmo para empanar peixes, frango e carnes  —  por incrível que pareça.)

Também vale ressaltar que essa farinha à base de coco (que é uma fruta low-carb) substitui a farinha de trigo na proporção 1:3.

Então, onde você utilizaria 3 colheres de sopa de farinha de trigo, com a farinha de coco deve utilizar apenas 1 colher de sopa.

Isso porque ela é uma farinha mais seca, e que vai absorver mais os ingredientes úmidos que você colocar.

Por isso, se você colocasse muito dela sem aumentar os outros ingredientes, sua receita ficaria demasiado seca (ou quebradiça).

Informações nutricionais da farinha de coco

Em termos nutricionais, 15 gramas dessa farinha tem cerca de 2 gramas de proteína, 4 de gordura, e 1 a 2 gramas de carboidratos líquidos.

Então, você pode perceber que a farinha de coco apresenta uma menor quantidade de carboidratos e de calorias em comparação com a farinha de amêndoas.

E não é só em termos de macro nutrientes que ela é uma opção mais interessante, mas também na questão do valor: o quilo da farinha de coco pode ser encontrado entre R$17 e R$40.

Ou seja, um valor bem mais atrativo do que aquele da farinha de amêndoas.

Assim como a terceira farinha que nós separamos para apresentar para você.

Que também é bem em conta, mas tem um sabor bem marcante: a farinha de linhaça.

Farinha Low-Carb #3  —  Farinha De Linhaça

A farinha de linhaça é certamente a mais facilmente encontrada em mercados  —  tanto na versão dourada, quanto na versão marrom.

Sendo essa uma boa fonte de fibra e de gorduras boas (ou seja, gorduras que você não precisa temer).

O que pode torná-la uma ótima aliada no combate ao intestino preso, que algumas pessoas reclamam no início de uma dieta low-carb / cetogênica.

Claro que, assim como no caso da farinha de coco e de amêndoas, você pode fazer a sua em casa.

Caso queira fazer em casa, a melhor opção você separar a linhaça e moer só na hora que for usar.

Porque linhaça moída tende a oxidar facilmente.

Todavia, se você não quiser ou puder moer em casa, não tem nenhum problema.

Porque mesmo a farinha de linhaça comprada no mercado já é ótima, e continua sendo totalmente alinhada a sua dieta baixa em carboidratos.

Porém, muitas pessoas não gostam muito de seu sabor.

Isso porque a farinha de linhaça tem um sabor residual bem forte, até mesmo um tanto quanto amargo.

Além disso, ela não é tão ideal para substituir a farinha de trigo  —  e até por isso nós não vamos falar qual a proporção entre farinha de linhaça e farinha de trigo.

Sendo assim, ela não é nossa opção número um para as receitas, e preferimos utilizá-la apenas para algumas receitas salgadas (como este maravilhoso pão low-carb à base de farinha de linhaça).

Por outro lado, ela vai muito bem em mixes de farinha, ou seja, se você misturá-la a outras farinhas low-carb  —  e nós já vamos falar sobre isso.

Mas antes vamos falar das informações nutricionais da farinha de linhaça.

Informações nutricionais da farinha de linhaça

Numa porção de 15 gramas de farinha de linhaça, há cerca de 3 gramas de proteína, 5 gramas de gordura e 1 grama de carboidrato líquido.

Portanto essa é uma farinha “bem low-carb”, e que ainda apresenta as tais gorduras boas que nós mencionamos.

Além disso, o seu o preço é bem acessível: entre R$10 e R$30, sendo facilmente encontrada em mercados.

Agora que você sabe os prós e contras, as características de cada uma desses três tipos de farinha, nós vamos falar como combiná-las em um mix ideal, no qual você consegue extrair o melhor de cada uma delas.

Mix De Farinhas Low-Carb  —  Misturando As Farinhas De Amêndoas, Coco E Linhaça

Fazer um mix de farinhas low-carb consiste basicamente em misturar farinhas low-carb.

Sendo que você poderia simplesmente inventar um mix de farinhas da sua cabeça.

Mas este mix que vamos te apresentar nós mesmos já usamos pessoalmente e comprovamos seu sucesso.

Ela elaborado da seguinte maneira: duas xícaras de farinha de linhaça dourada, uma xícara de farinha de amêndoas e uma xícara de farinha de coco.

Ou seja: rende quatro xícaras de farinha.

Mas é claro que você pode fazer mais ou menos dele, basta seguir a proporção 2:1:1.

(Por exemplo, se você quiser fazer apenas uma xícara, então você pega ¼ de xícara de farinha amêndoas, ¼ de xícara de farinha de coco, e ½ xícara de farinha de linhaça dourada.)

A nosso ver, esse mix é muito interessante porque você consegue ao mesmo tempo:

  • baratear o custo da sua farinha,
  • atenuar o sabor forte da farinha de linhaça,
  • melhorar a textura da farinha de coco e linhaça, e
  • eliminar o problema da secura da farinha de coco.

Portanto, é uma opção bem mais interessante do que utilizar apenas uma dessas farinhas individualmente.

Pois assim você vai conseguir extrair o melhor de cada uma dessas farinhas.

Conclusão E Palavras Finais

Esperamos que tenha gostado do conteúdo de hoje, no qual quisemos destacar 3 boas opções de farinhas low-carb.

Com isso, desejamos que você possa aproveitar as dicas passadas para ter ainda mais sucesso em suas receitas low-carb e, consequentemente, mais aderência e sucesso a longo prazo com sua dieta low-carb.

E claro: estamos super animados para continuar essa conversa aqui nos comentários abaixo.

Queremos saber de você: qual dessas farinhas você já utilizou? qual a sua preferida?

Comente aqui embaixo!

Um forte abraço,
—  Guilherme e Roney do Senhor Tanquinho.

 

Autores:

Senhor Tanquinho

Guilherme e Roney

    

Gostou? Inscreva-se na nossa lista de novidades!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: