glúten melissachaves

E o glúten?

Melissa Chaves

Sempre que me fazem essa pergunta, fico pensando em como responder de forma a não ferir susceptibilidades. Mas vou tentar colocar em prática o que converso com minha analista e tirar essa parte da equação. O glúten é ruim pra grande maioria das pessoas. E não é necessário para o funcionamento do corpo humano. Pode ser retirado da dieta de qualquer um sem nenhuma consequência fisiológica. É minha opinião. Ponto parágrafo.

Ainda me espanta a postura de algumas pessoas em defesa dessa proteína estranha que pode causar ou contribuir para diversas queixas que eu como médica vejo todos os dias no consultório. E eu me pergunto, existe algum nutriente essencial que só exista no glúten? Retirar o glúten da dieta fazendo as substituições pertinentes vai causar algum mal à saúde do indivíduo? E a resposta é não. Não há nenhum problema fisiológico em se retirar o glúten da dieta. Agora, se o indivíduo vai sofrer, se vai ter abstinência, se vai ficar antissocial, a fisiologia não tem nada a ver com isso. Eu lamento.

A doença celíaca não é o único problema relacionado ao glúten. Existe todo um espectro de sintomas e sinais causados ou agravados por ele, que estão todos sob um guarda-chuva denominado “Sensibilidade ao glúten não celíaca”. São indivíduos que foram devidamente investigados para doença celíaca, não tem doença celíaca, mas reagem ao glúten de diversas maneiras. E que melhoram com a retirada dessa proteína. São pessoas que apresentam diarreia, constipação, gases, anemia, sintomas psíquicos, dores diversas, erupções na pele, dentre outros. Podem ter vários desses sintomas ou somente um deles. E para diagnosticar, é preciso testar, ou seja, retirar o glúten da dieta por um tempo e depois colocar novamente. Não há exame laboratorial disponível.

Por isso, me pergunto o porquê de casos como o que atendi essa semana. É só um exemplo, tenho vários semelhantes. O paciente se incomodava desde a infância com bolhas que coçavam e doíam em ambos os pés. Tinha ido a vários dermatologistas, realizou biopsias, raspagens e muitos tratamentos sem resultado satisfatório. Por acaso há um mês estava fazendo uma dieta sem glúten pra perder peso. As bolhas desapareceram sem deixar rastro. Voltaram assim que resolveu comer uma pizza no fim de semana. No entanto, o seu dermatologista falou que não tinha absolutamente nada a ver uma coisa com a outra e que era perigoso retirar o glúten da dieta sem motivo. Então ele me procurou pra uma segunda opinião. De verdade, precisa?

Por outro lado, existem pessoas que podem comer glúten sem nenhuma consequência? Claro que sim! A medicina é uma ciência humana, não exata. E perguntas como: mas vale a pena pro meu caso ficar sem glúten? Eu nunca mais vou poder comer glúten? Nem um pouquinho? Nem no sábado? Preciso me preocupar com traços de glúten? Minha família inteira precisa se preocupar? Infelizmente, são questões que só podem ser respondidas caso a caso, individualmente. Como diria minha analista, as pessoas são diferentes, são individualmente singulares. É a beleza do humano.

Até!

 

Autora:

Dra. Melissa Chaves

  

Gostou? Inscreva-se na nossa lista de novidades!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: